aguarde imagens/som
V a r a n d a


S í l v i a  S c h m i d t
gif


Minha varanda anda tão descorada,
Sem interesse algum em se mostrar.
Meus pés a pisam sem sequer notar
Como está triste a serva mal amada.

Serva que fica ali a me esperar
Torrando ao sol, prevendo a madrugada,
Quando será de novo ignorada,
Enquanto estrelas tomam seu lugar.

Minha varanda anda tão infeliz!
Há no seu chão tão grande cicatriz
Dos meus joelhos implorando a Deus

Que me devolva tua presença aqui,
Nesta varanda que não mais sorri
Que - como eu - não ouve os passos teus!

gif
S í l v i a  S c h m i d t
SP/SP - outubro de 2005
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2005



Edição Musical : Udo Erwin Franz





Mensagens de Silvia Schmidt

Nossas Poesias

Porão da Humancat


por amor
Sempre que copiar, copie com Amor :
mantenha o nome do Autor.




Artist : Alan Ayers

Moon And Back Graphics
Fala o Internauta