aguarde som/imagens
imagem-top


U m  D i a  d e  J u n h o

© S i l v i a  S c h m i d t
gif

Como dizer-te como vejo agora
Um dia de junho no meu calendário,
Que nada tem - sequer de aniversário,
Que traz um som de festa lá de fora?

Como dizer que cresce a solidão
Neste sozinho dia em minha casa,
Neste desejo do meu corpo em brasa,
Pedindo o manso toque de tua mão?

Não!  Não há formas para te dizer,
Porque só vejo quando durmo, em sonho,
O que de nós restava p'ra viver.

Olho p'ra um copo e apenas cerro o punho:
Nada a brindar e nada p'ra beber
Neste vazio e escuro dia de junho.

gif

S i l v i a  S c h m i d t
No livro " Poesia, Melhor Não Ler "
Direitos Autorais Reservados
Copyright © 2000







Mensagens de Silvia Schmidt

Porão da Humancat


por amor
Sempre que copiar, copie com Amor :
preserve o nome do Autor.


Imagens Moon And Back Graphics
Nossas Poesias