aguarde som/imagens

Segue!

S í l v i a  S c h m i d t



Não venhas me falar das coisas que me deste,
Nem dos carinhos com que me cobriste
E nem do quanto eu ponho-te mais triste
Quando me esqueço que não me esqueceste.

Não venhas me lembrar de tudo que disseste,
Nem das palavras que de mim ouviste
Naquela noite em que daqui partiste,
Nas horas mortas em que me puseste.

Eu quero agora é me esquecer da vida
Que pôs-me louca - tão de mim perdida! -
Que me lançou aos braços do abandono.

Vai-te daqui e põe-te a andar sozinho,
Segue o teu rumo (oposto ao meu caminho)
Para que eu possa, enfim, cair no sono.



S í l v i a  S c h m i d t
SP / SP - 11 / 06 / 2005 - 4:00 am
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2005








Mensagens de Silvia Schmidt

Nossas Poesias

Porão da Humancat
Fala o Internauta

por amor
Sempre que copiar, copie com Amor .
Mantenha o nome do Autor.



Web Designer Ana Amélia Donádio
Site Romantic Home


art & design