R e n d i ç ã o


S í l v i a  S c h m i d t
gif

Não é fácil suportar o vento forte
Que me balança, que me açoita os galhos,
Que põe-me triste a alma, em mil frangalhos,
Que sopra em meus ouvidos sons da morte.

Não é fácil suportar a tempestade
Que molha-me do topo até a raiz,
Que leva a vil tortura o ser feliz
Que já não sabe o que é felicidade.

Não dá pra suportar toda a poeira
Que vem-me aos olhos a fazer cegueira,
Que rouba-me a visão das alegrias.

Que pare o vento! Pare, tempestade!
Quero lembrar o que é felicidade
Nas horas mortas dos meus mortos dias.

gif

S í l v i a  S c h m i d t
SP/SP - madrugada de 25/01/2006 -
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2006






 

Mensagens de Silvia Schmidt

Nossas Poesias

Porão da Humancat
Fala o Internauta

cópie com amor
Sempre que copiar, copie com Amor.
Preserve o nome do Autor.


I m a g e n s
design
artist