imagem-top

Espanto e Canto

S i l v i a  S c h m i d t

gif


Se é para ti toda a canção que canto
Desde o raiar e até o morrer do dia,
É para mim que brota todo o espanto
De ver que à noite sou tua sinfonia.

Ouço nas sombras sons do amargo pranto
Que vêm de ti e de tua melancolia,
Ora prostrada em cada escuro canto
Da tua morada pálida e sombria.

Os deuses todos deram-te a certeza
De que sem mim serias só tristeza
A andar vagando pela vida a fora.

Se é para ti toda a canção que canto,
É bem aqui que brota todo o espanto
De ver cantar em mim o que em ti chora.

gif

S i l v i a  S c h m i d t
São Paulo/SP - novembro de 2006 -
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2006



Seqüência Musical: Mary Hargin







Mensagens de Silvia Schmidt

Porão da Humancat
Nossas Poesias
gif

copie com amor
Sempre que copiar, copie com Amor.
Preserve o nome do Autor.

Art by Josephine Wall
art&design

Página formatada por Leila Beiler