imagem-top

S o n e t o  d a  C o n t r i ç ã o

S o l a n g e  R e c h

gif


Tanto pequei, Senhor, que já não posso
Reclamar vossa bênção que redime.
Não rezo mais, como antes, o Pai-Nosso,
A prece, dentre todas, mais sublime.

Até meu coração, que já foi vosso,
Ao escutar vosso nome, se comprime.
Não me perdestes, Deus; eu, sim, perdi-me,
Sobrou-me o gesto de perdão que esboço.

Se meus pecados não vos causam choque,
Se generoso sois (diz o evangelho)
E se de vós sou parte e sou pedaço,

Talvez vosso perdão ainda toque
O filho que retorna, frágil, velho,
Esperando que o acolha vosso abraço.

gif

S o l a n g e  R e c h
- Direitos Autorais Protegidos -


O soneto desta página obteve a 3ª colocação no
"Concurso Internacional de Sonetos Sebastião Bemfica Milagre",
promovido pela Academia Divinopolitana de Letras
em Divinópolis, MG, no ano de 2007 , em sua XVIII edição.












Mensagens de Silvia Schmidt


Porão da Humancat




por amor
Sempre que copiar, copie com Amor :
preserve o nome do Autor.


Nossas Poesias
gif

art&design

Artist