aguarde som/imagens
C i ú m e
(A Fera Que Não Dorme)


S í l v i a  S c h m i d t
gif

Se você não é uma pessoa ciumenta, mas às vezes
até gostaria de ser, veja o que é necessário para isso:


Para ser ciumento é preciso que você ache que
você é apenas e tão somente uma "pessoinha".


Ao olhar-se no espelho você não poderá enxergar o que
há de belo em si. Deverá sentir-se nada inteligente,
bem pouco interessante e a sua auto-estima terá
que estar pra lá de péssima.

A pessoa objeto do seu ciúme sempre será olhada
por você de baixo para cima. Ela deverá parecer-lhe
que está além, muito além do que você merece.


Será necessário que você se veja bem pequeno,
tão pequeno a ponto de ser esmagado pela certeza
de que qualquer alguém pode ser melhor do que você.

Suas horas de sono deverão ser pouco recuperadoras e
cheia de pesadelos, onde o alvo do seu ciúme sempre trai você.


Você não poderá preocupar-se com as altas taxas de telefonia,
já que todo o tempo você terá que saber onde
está aquele que você desejará ter sob seu controle.

Você escolherá passar dia após dia como aquele cão que
não larga o osso, nem que para isso tenha que agredir,
ser agredido, ridicularizado, cômico e cansativo.


A carência afetiva, os complexos de rejeição e de
inferioridade deverão ser seus traços mais marcantes.

Você não terá a mínima noção do que seja Amor,
mas terá que ser um 'especialista' em egoísmo e apego.


A liberdade e o respeito pela intimidade e privacidade
do outro não terão a mínima importância para você,
já que o ciúme fará de você um escravo, bem como
daquele que aceitar viver sob sua vigilância.

Enquanto tudo isso for "rolando", você não perceberá
que o alvo do seu ciúme está lá fora.
Lá fora de você!
Não há como mudar isso.

Será que vale a pena ser uma pessoa ciumenta
e deixar que a vida do seu relacionamento seja
esgotada pelas mordidas vampirescas do ciúme?

O ciúme é um traiçoeiro caminho para a solidão,
para o desprezo, para a indiferença, para o abandono,
para o desdém. Escolha por onde você prefere ir.


Como bem diz o refrão, "ninguém é de ninguém".

gif

S í l v i a  S c h m i d t
SP/SP - 27 de dezembro de 2005 -
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2005




O Amor respeita a Liberdade.




Mensagens de Silvia Schmidt

Nossas Poesias

Porão da Humancat





por amor
Sempre que copiar, copie com Amor :
preserve o nome do Autor.



Johanna Pieterman, Artist
Luvdalot Graphics & Design
©Luvdalot Graphics & Design, 2003-2005


© TEXTO LANÇADO PELA PRIMEIRA VEZ
NA INTERNET EM 27 DE DEZEMBRO DE 2005

Fala o Internauta