imagem

Bravo Par
S i l v i a  S c h m i d t

Todas as noites saio a caminhar
Com meu cachorro de raça nenhuma,
Sem compromisso ou pretensão alguma
De me exibir à gente do lugar.

" Que mulher doida! " , devem comentar
Vigias noturnos que nos observam,
Mas bem distantes eles se conservam
Dos fortes dentes do meu bravo par.

Nós repetimos essa tal jornada
Há tantos anos pela madrugada
Que se despede quando abraça a aurora ...

Clareia o dia e os olhos sonolentos
Do meu cachorro e dos meus pensamentos
Seguem felizes pelo sonho a fora.




S í l v i a  S c h m i d t
SP/SP - Julho 2005 -
Direitos Autorais Protegidos
Copyright ©2005







 
Mensagens de Silvia Schmidt

Nossas Poesias

Porão da Humancat



Soneto dedicado a  RAPHAEL  , meu bravo par

S í l v i a  S c h m i d t


Fala o Internauta