imagem

C h e g a  d e  A n s i e d a d e !

S í l v i a  S c h m i d t

Divider


Para o ansioso a pior palavra do dicionário é 'espera'.
Há ansiosos que, se pudessem, já colocariam
o futuro lá no passado só para não esperar.
Ufa! Já foi!

A ansiedade é um bicho desgraçado, mas a
grande maioria das pessoas adota esse bicho,
cria esse bicho e não larga dele nem a pau,
mesmo sabendo que ele é capaz até de matar!

De repente surge um compromisso daqueles
bem importantes, um grande evento!
Pronto! Lá vem ela, a ansiedade.

"Que roupa vestir? O que falar naquela hora que pode
decidir tudo? Será que vai demorar muito? Quem
mais estará lá? Será que vou agradar?
Será que ...? ... será...será...será...?"
E tome adrenalina!

Finalmente já é véspera do "grande dia". Só mais uma
noite mal e porcamente dormida. Quando tudo acabar
o ansioso vai - até que enfim! - dormir sem o peso daquela
coisa toda, mas nessas voltas que o mundo dá,
às vezes a Vida resolve brincar com ele.

Riiiiiiing!
É o telefone! Uma solene voz do outro lado avisa:
"Houve um imprevisto e o evento de amanhã foi
adiado para daqui a 15 dias".
Não!!! Tudo de novo?!? Não!!!
Quem dera nessa hora um poço bem fundo,
pra se dormir lá embaixo até chegar o fim do mundo!

Bem...esse é só um dos milhões de exemplos
de coisas que têm a ver com os ansiosos.
Seria trágico se não fosse tão cômico.

Há um bom tempo eu me apelidava de "afinador de galo":
acordava antes do bichinho cantar só para ter a
segurança de que não me levantaria com atraso.
Os olhos estalados, esperando o despertador tocar
na hora ajustada. Ele tocava e eu pulava da cama!
Pra quê despertador, então?
Era uma comédia e só hoje vejo isso.
Na época era uma tragédia daquelas bem gregas!
No final de cada dia eu era só pó.

Quando decidi por um final nisso (aleluia!) lembro que
era um dia agendado da cabeça até o rabo.
Larguei todos com "aquilo" na mão e sumi.
Sem relógios!
Fui parar numa praia e fiquei perambulando por ali
até que a noite chegou. Foi aí que me dei conta
de que não prestara atenção no tempo.

Quando cheguei em casa todos estavam
apavorados e já haviam me procurado até no
Instituto Médico Legal. Foi legal.
Pude ver a que ponto as pessoas chegam quando
se entregam a ansiedades e pré-ocupações.
Fui calmamente para o meu quarto, sem dar
explicações (isso era uma aventura inédita).

Só para não me alongar muito, paro por aqui,
mas deixo um testemunho: nunca mais precisei de
despertadores, nem de galos e, o mais importante,
NUNCA MAIS CHEGUEI COM ATRASO
A NENHUM COMPROMISSO.
E sem stress!

Quando descobri que eu tinha - assim como você tem -
um reloginho interno, a tranquilidade se instalou
em mim, porque confiei nele, ou seja, confiei na Vida
e ela nunca mais fez brincadeiras comigo.

Se você é uma pessoa ansiosa,
afrouxe um pouco a "corda".

Experimente...tente...
antes que a corda arrebente
!

gif

S í l v i a  S c h m i d t
São Paulo/SP - 31 de março de 2006 -
Direitos Autorais Protegidos
Copyright©2006


Edição musical: Udo Erwin Franz



"A mente é uma eterna criança: sempre é tempo de educá-la melhor."
( S í l v i a  S c h m i d t )




Mensagens de Sílvia Schmidt

Porão da Humancat
Nossas Poesias


por amor
Sempre que copiar, copie com Amor.
Preserve o nome do Autor.


artist